Empresas da ZFM têm o Direito ao Crédito de Pis e Cofins sobre Compras de Insumos Isentos de Fornecedores Localizados Fora da Área de Livre Comércio

PIS

No último dia 03/03, a 1ª Turma do Superior Tribunal de Justiça, por maioria de votos, decidiu que as empresas localizadas na Zona Franca de Manaus têm direito ao crédito de PIS e COFINS sobre os insumos isentos de tributação por ela adquiridos de fornecedores situados fora da mesma região.

Até 2004, as vendas destinadas ao consumo ou à industrialização na Zona Franca de Manaus eram equiparadas a exportações, e, por força da Medida Provisória 2158-35/2001, as receitas daí decorrentes eram isentas das contribuições, o que permitia que as empresas adquirentes tomassem os respectivos créditos mesmo não havendo a incidência de PIS e COFINS na operação anterior.

Este tratamento tributário foi alterado pela Lei n. 10.966, de 15/12/2004, que reduziu a zero as alíquotas de PIS e COFINS sobre as saídas de mercadorias destinadas à zona incentivada. A partir daí, a Receita Federal passou a negar o direito de crédito das contribuições com base em supostas vedações previstas nas Leis n. 10.637/02 e 10.833/03.

Foi justamente esta limitação imposta pelo Fisco que foi afastada pela maioria dos Ministros do STJ, sob o argumento de que o direito crédito das empresas da ZFM prescinde da incidência do PIS e COFINS sobre a aquisição de bens e serviços, desde que – e essa foi a única ressalva destacada pelo julgamento – haja uma tributação positiva das referidas contribuições sobre as operações posteriores, sejam elas uma mera revenda, ou a comercialização de produto resultante da industrialização destes insumos.

É a primeira vez que a 1ª Seção do STJ aprecia o tema após a mudança legislativa ocorrida em 2004. Sobre ele, a 2ª Seção ainda não se manifestou.

O Honda, Teixeira, Araujo, Rocha Advogados possui equipe técnica capacitada para auxiliar os contribuintes interessados em maiores informações sobre este tema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *